Instituto Tecnológico de Aeronáutica - Homepage
Instituto Tecnológico de Aeronáutica

Engenharia Eletrônica

Você está aqui

O Curso de Graduação em Engenharia Eletrônica é um curso pleno de engenharia, em período integral. Criado em 1951,  foi o primeiro curso de Engenharia Eletrônica do Brasil.

O Engenheiro Eletrônico do ITA obtém formação compatível para atuar em atividades de projeto e desenvolvimento de sistemas, equipamentos, processos ou dispositivos no campo da eletrônica. Seus desenvolvimentos destinam-se a aplicações em computadores, automóveis, aviões, satélites, equipamentos médicos, entretenimento, comunicações, dentre outras. Frequentemente o engenheiro eletrônico interage com profissionais de outras áreas, podendo exercer seu talento em diversos estágios da vida de um produto, como pesquisa, concepção, projeto, teste e implementação.

Há outras informações no site da Divisão de Engenharia Eletrônica.

Coordenador do curso: Prof. Cairo L. Nascimento Jr.

 

Estrutura do curso

Nos dois primeiros anos todos os cursos de engenharia do ITA têm uma formação básica comum, o Curso Fundamental, formando fortes bases científicas em Matemática, Física, Química e Computação, além de conhecimentos de disciplinas de Humanidades. Nos três últimos anos, o Curso Profissional de Engenharia Eletrônica têm uma sólida e abrangente formação em Eletrônica AplicadaSistemas e ControleTelecomunicações e Microondas e Eletroóptica. No quinto ano do curso, os estudantes têm uma experiência profissional através de um Estágio Curricular obrigatório e aprofundam seus conhecimentos em uma área através de disciplinas optativas e do Trabalho de Graduação. Para formar uma visão integrada e abrangente, permeiam o curso tópicos fundamentais de Engenharia Mecânica, Engenharia Ambiental, Direito, Administração e Economia. 

Intercâmbio no exterior e Iniciação Científica estão entre as oportunidades para a complementação da formação, além das atividades extra-curriculares, como por exemplo, as equipes de robótica, computação, aeromodelismo, foguetes, etc. Adicionalmente, alunos interessados em continuar os estudos ao nível de pós-graduação podem antecipar disciplinas por meio do "Programa Integrado Graduação-Mestrado" a fim de reduzir o tempo necessário para pós-graduar-se.

 

Currículo 2015

1º Ano Profissional - 1º Período - Classe 2017

EEA-02 Análise de Circuitos Elétricos 3 – 0 – 1 – 5
EEA-21 Circuitos Digitais 4 – 0 – 2 – 6
EEA-45 Dispositivos e Circuitos Eletrônicos Básicos 3 – 0 – 2 – 4
EES-10 Sistemas de Controle I 4 – 0 – 1 – 5
EEM-11 Ondas Eletromagnéticas e Antenas 3 – 0 – 1 – 6
EET-01 Sinais e Sistemas de Tempo Discreto 3 – 0 – 0 – 6
    20+00+07 = 27

 

1º Ano Profissional - 2º Período - Classe 2017

EEA-05 Síntese de Redes Elétricas e Filtros 3 – 0 – 1 – 4
EEA-25 Sistemas Digitais Programáveis 3 – 0 – 2 – 4
EEA-46 Circuitos Eletrônicos Lineares 3 – 0 – 2 – 4
EET-41 Sinais e Sistemas Aleatórios 4 – 0 – 0 – 6
EES-20 Sistemas de Controle II 4 – 0 – 1 – 6
EEM-12 Eletromagnetismo Aplicado 3 – 0 – 2 – 5
    20+00+08 = 28

 

2º Ano Profissional - 1º Período - Classe 2016

EES-46 Conversão Eletromecânica de Energia I 3 – 0 – 1 – 5
EEM-10 Antenas 3 – 0 – 1 – 5
EEA-27 Microcontroladores e Sistemas Embarcados 2 – 0 – 2 – 4
EET-51 Comunicações II 3 – 0 – 1 – 5
EEA-48 Circuitos Eletrônicos Não-Lineares 3 – 0 – 2 – 4
EES-10 Sistemas de Controle I 4 – 0 – 1 – 6
    18+00+08 = 26

 

2º Ano Profissional - 2º Período - Classe 2016

EES-48 Conversão Eletromecânica de Energia II 3 – 0 – 1 – 4
EET-46 Propagação e Sistemas de Comunicações 3 – 0 – 1 – 4
EEM-09 Princípios de Microondas 3 – 0 – 2 – 5
EEA-47 Circuitos de Comunicação 3 – 0 – 2 – 4
EES-20 Sistemas de Controle II 4 – 0 – 1 – 6
CES-35 Redes de Computadores e Internet 3 – 0 – 2 – 5
    19+00+09 =28

 

3º Ano Profissional - 1º Período - Classe 2015

TG          Trabalho de Graduação (Nota 5) 0 – 0 – 8 – 4
    00+00+08 = 08

     mínimo sem cursar optativas = 8, mínimo cursando 3 optativas = 17

Durante o 3º Ano Profissional o aluno deverá adicionalmente cursar 3 disciplinas eletivas de graduação ou pós-graduação, totalizando no mínimo 48 horas-aula cada, condicionada à disponibilidade e vagas, haver cursado pré-requisitos e à aprovação da Coordenação do Curso. O aluno matriculado no Programa Integrado Graduação-Mestrado (PIGM) e aprovado em 3 disciplinas extra-curriculares de pós-graduação é dispensado de uma disciplina eletiva.

 

3º Ano Profissional - 2º Período - Classe 2015

TG Trabalho de Graduação (Nota 5) 0 – 0 – 8 – 4
EEA-52 Introdução aos Sistemas VLSI 3 – 0 – 1 – 5
MOG-61 Administração em Engenharia 3 – 0 – 0 – 4
EES-90 Engenharia de Sistemas e Integração 2 – 0 – 0 – 5
HID-65 Engenharia para o Ambiente e Sustentabilidade 2 – 1 – 0 – 3
HUM-20 Noções de Direito 3 – 0 – 0 – 3
    13+01+09 = 23

     mínimo sem cursar optativas = 23, mínimo cursando 3 optativas = 32

 

Disciplinas optativas de graduação da Divisão de Engenharia Eletrônica

Primeiro semestre

EEA-65 Projeto e Simulação de Circuitos de Rádio Frequência 3 – 0 – 0 – 4
EET-79 Defesa Eletrônica 3 – 0 – 0 – 5
EEM-61 Introdução à Teoria da Informação 3 – 0 – 1 – 6

Segundo semestre

EET-47 Telefonia Móvel 3 – 0 – 0 – 5
EEA-86 Testabilidade de Circuitos Digitais 2 – 1 – 0 – 4
EET-62 Compressão de Dados 3 – 0 – 1 – 6
EET-71 Codificação de Canal 4 – 0 – 0 – 6

 

Estágio Curricular Supervisionado

O aluno deverá realizar um Estágio Curricular Supervisionado, em Engenharia Eletrônica ou em área afim, de no mínimo 360 horas, que podem ser integralizadas a partir do fim do primeiro ano do Curso Profissional, de acordo com as normas reguladoras próprias.

Após a realização de um estágio curricular de 500 horas ou mais em bloco único entre o fim do segundo ano profissional e o início do segundo período do terceiro ano profissional, o aluno pode requerer à Coordenação do Curso a dispensa de uma das disciplinas optativas.

 

Legislação

Decreto no 27.695, de 16 de Janeiro de 1950
Portaria no 68, de 27 de Janeiro de 1951, do Ministério da Aeronáutica
Lei no 2.165, de 05 de Janeiro de 1954
Parecer no 326/81 CFE (equivalência de curso)